Paulinho, que mudou-se do Brasil para Chicago quando tinha 30 anos, atraído pela cena jazzística da terra de Obama, lá se tornou uma relevante referência nesta mesma cena.

Depois de botar na sacola, em 2013, um Press Award como destaque musical nos EUA, Paulinho mudou-se, em 2015, de mala e cuia para Los Angeles. De olho, é claro, num poiuquinho de sol y mal e, em tudo que a plataforma Hollywoodiana pode representar em sua carreira. Lógico, também, na escala natural que L.A. é para a Ásia, hoje o maior e mais rico mercado para a Bossa Nova, nossa e de todo o mundo que a ama, cultua e consome.

Isso tudo é para situar o leitor para o lançamento de "How do you keep the music playing", o novo CD de Paulinho, outra coleção de pérolas construída em incrível e suave hamonia da voz e violão de Mr. Garcia. Muitos podem (e o fazem) gerar álbuns acústicos belos, minimalistas e até adoráveis. Mas o duo de Paulinho com si mesmo é um assombro de sonoridade que remete àquela qualidade, dita inigualável, de João Gilberto.

Nem vou comentar faixa por faixa. Deixo que os interessados vão à caça e se deliciem. Só recomendo uma de forma especialíssima: "Bolero de Satã", revisitando a gravação que originalmente foi de Elis Regina com Cauby Peixoto. E eu achava que nunca na vida alguém poderia revisitar esta canção com brilho próprio. Thank god I was totally wrong!

Link abaixo para ouvir e comprar as canções de Paulinho Garcia "How do you keep the music playing"

Carlos Borges, Brazilian Press Awards, July 2017

How Do You Keep The Music Playing
$15.00